quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Oferta de Emprego

A Casa do Povo da Luz de Tavira, está a recrutar Auxiliares de Ação Direta, mesmo sem experiência, mas com vontade de trabalhar com idosos.
Dá-se preferência a quem tiver Carta de Condução.
Quem estiver interessado, deve entrar em contacto com a Instituição o mais rápido possível, através do telf. 281 961 786 ou através do telm. 962 120 732

sábado, 21 de outubro de 2017

Foi hoje à tarde em Luz de Tavira a apresentação do livro de Marco Sousa Santos, intitulado "A Igreja Matriz de Luz de Tavira". Foi um filho do nosso amigo Mário que estudou este monumento de estilo Manuelino e único em Portugal durante a sua tese de Mestrado orientado pelo Prof. Doutor Horta Correia da UALG.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Reitor da Universidade do Algarve apresenta livro em Tavira


Decorre, no dia 17 de junho, pelas 18.00h, na sala Guilherme Camacho da Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, a apresentação do último livro de António Branco, atual reitor da Universidade do Algarve, «Visita guiada ao ofício do ator: Um método», a cargo de Anabela Afonso, Chefe de Gabinete do Reitor.
 António Branco já exerceu o cargo coordenador do Centro de Investigação em Artes e Comunicação e este livro resulta do seu trabalho de investigação na área do Teatro.

Ver notícia em:  http://algarveinformativo.blogspot.pt/2016/06/reitor-da-universidade-do-algarve.html

quinta-feira, 9 de junho de 2016

El Pais elege Tavira como uma das cidades mais bonitas de Portugal

O jornal espanhol El País elegeu, na sua secção El Viajero, as 25 localidades mais bonitas de Portugal. Na lista, publicada esta quarta-feira, a publicação elegeu lugares de Norte a Sul do país onde inclui a cidade algarvia de Tavira. 

Ver a notícia completa no Postal do Algarve on-line em: http://www.postal.pt

terça-feira, 7 de junho de 2016

X Encontro de Genealogistas do Algarve

Silves vai acolher a 18 e 19 de Junho o X Encontro de Genealogistas do Algarve e o primeiro Congresso de Genealogia do Algarve.
Trata-se de uma iniciativa apoiada pela Câmara local e que constitui a primeira vez que se realiza um Congresso de Genealogia do Algarve, uma consequência do trabalho realizado ao longo das dez edições do Encontro de Genealogistas do Algarve.

Programação: 
Dia 18 de Junho – X Encontro de Genealogistas do Algarve

10:00 horas – Recepção dos participantes – Castelo de Silves
10:15 horas – Início da visita guiada por técnicos especializados do Município de Silves ao Castelo de Silves, seguindo-se as visitas à Sé de Silves, Igreja da Misericórdia, Arquivo Municipal e Museu de Arqueologia de Silves
15:30 horas – Reunião dos participantes para troca de experiências, apresentação de pequenas comunicações e partilha de informação – Biblioteca Municipal de Silves
17:30 horas – Apresentação do livro «O Recolhimento de São João Baptista de Tavira», de Marco Sousa Santos, obra vencedora do Prémio Literário António Rosa Mendes, editada pela Arandis Editora – Biblioteca Municipal de Silves (evento aberto ao público)
19:00 horas – Encerramento do X Encontro de Genealogistas do Algarve

Dia 19 de Junho – I Congresso de Genealogia do Algarve

10:00 horas – Recepção dos participantes – Teatro Mascarenhas Gregório
10:15 horas – Cerimónia de Abertura, com intervenção das Entidades Oficiais
10:30 horas – Início do Congresso com apresentação das comunicações:
– Sobre a Ascendência da Família Taborda de Moncarapacho – António Horta Correia
– José Diogo Mascarenhas Neto: um notável algarvio no lado errado da história – Aurélio Marcos
– Capela de João Gramaxo e Ana Taborda: Um caso exemplificativo da Sé de Silves no contexto da tumulária quinhentista – João Vasco Reys
– Da Ignorância à Realidade: Um eminente Arcebispo de Toledo (1328-1399) que era algarvio (Tavira), José Manuel Ferreira Coelho
15:00 horas – Reinício dos trabalhos com apresentação das comunicações:
– Apontamentos genealógicos: O parentesco dos Coelho de Melo dos Açores e Odemira com os Côrte-Real alcaides de Tavira e apontamento aos Pacheco de Monchique – Luís Soveral Varella
– Os Farrajota de Loulé – Manuel Costa
– Pedro de Sintra e os Sintras do Algarve (Séculos XV a XVIII) – Marco Sousa Santos
– Além de guardar documentos o que faz o Arquivo Distrital de Faro pela Genealogia do Algarve? – Maria Luísa Pereira e Paulo Mariz Lourenço
– Apontamento Genealógico e Biográfico de Gregório Nunes Mascarenhas Neto – Nuno Campos Inácio
– O Bispo do Algarve D. Jerónimo Osório e a genealogia do Osório da Fonseca de Trancoso – Óscar Caeiro Pinto.
17:30 horas – Cerimónia de Encerramento do I Congresso de Genealogia do Algarve
18:00 horas – Apresentação do livro «Sebastião de Vargas – Cavaleiro da Casa Real do Século XVI», de António Horta Correia, editado pela Arandis Editora – Teatro Mascarenhas Gregório (evento aberto ao público)

domingo, 5 de junho de 2016

Festas da Cidade de Tavira 2016

Arraiais dos Santos Populares


No âmbito das comemorações do Dia da Cidade realizam-se de 23 a 26 e 29 de junho, pelas 21h00, os arraiais dos Santos Populares, no Jardim do Coreto.
No mês de junho celebram-se os Santos Populares. É o tempo dos manjericos, das quadras, dos arraiais, de saltar à fogueira e comer sardinha assada. Num cenário, devidamente, ornamentado a Câmara Municipal anima as primeiras noites de verão com um programa que contempla muita música e o reviver das tradições.
Programa:
23 a 26 e 29.06 | 21h00
Arraiais dos Santos Populares
Jardim do Coreto
Dia 23: Baile com “Som D’ Mais”
Rancho Folclórico da Luz de Tavira
Dia 24: Baile com “Mais Dois”
Dia 25: Baile com “Gerações”
Dia 26: Baile com Fábio Lagarto
Dia 29: Baile com “Sons do Sul”
Para além do Jardim do Coreto realizam-se, um pouco por todo o concelho, diversos arraiais num ambiente de festa.
Na véspera de São João, dia 23, pelas 23h00, no Castelo de Tavira, decorre a teatralização da Moura Encantada pela Armação do Artista, a qual conta com o apoio da autarquia. À meia-noite, na Ponte das Forças Armadas, um espetáculo piromusical marca o ponto alto das festividades.
No dia 24 celebra-se o Dia da Cidade com o habitual programa institucional, sendo que, este ano, as comemorações desta efeméride encerram com o concerto de Miguel Araújo, pelas 22h00, na Praça da República.
Para mais informações deverão os interessados consultar a agenda municipal de junho já disponível em papel, no site e nas redes sociais do Município.
Ver mais em: http://www.cm-tavira.pt/site/content/arraiais-dos-santos-populares

terça-feira, 30 de junho de 2015

Ria Formosa

Ria Formosa é um sapal situado na província do Algarve em Portugal, que se estende pelos concelhos de LouléFaro, OlhãoTavira e Vila Real de Santo António, abrangendo uma área de cerca de 18.400 hectares ao longo de 60 quilómetros desde o rio Ancão até à praia da Manta Rota. E foi considerado um dos mais belos parques do Algarve, tendo uma grande função e um belo habitat.
Trata-se de uma área protegida pelo estatuto de Parque Natural, atribuído pelo Decreto-lei 373/87 de 9 de Dezembro de 1987. Anteriormente, a Ria Formosa tinha estatuto de Reserva Natural, instituído em 1978.
Ver mais em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ria_Formosa

segunda-feira, 20 de abril de 2015

25 de abril em Tavira


Janita Salomé vai apresentar o seu trabalho “O Cravo e a Rosa”no concerto comemorativo da Revolução dos Cravos, em Tavira, marcado para o dia 25 de Abril, às 21h30, na Praça da República, integrado na Mostra da Primavera.

O novo disco de Janita Salomé integra temas que fazem história na música portuguesa contemporânea, passando pela recriação de canções tradicionais e pelo despertar para outros universos, sem cortar com a matriz mediterrânica que atravessa toda a sua obra.
Tavira, comunidade representativa da Dieta Mediterrânica como Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, volta a celebrar a tradição, através da realização da III Mostra da Primavera – Doçaria e Artesanato, de 24 a 26 de abril, na baixa da cidade (Rua do Cais, Jardim do Coreto e Praça da República).

Os produtos tradicionais e o artesanato do concelho e da região da Serra do Caldeirão voltam a estar em destaque. Cerca de 55 stands e 100 expositores marcam presença neste certame, aliando os saberes ancestrais com a inovação e o design.

Cestaria e empreita, malhas e rendas, cerâmica e azulejaria, trapologia e tecelagem, joalharia artesanal e bijutaria, assim como velas decorativas e sabonetes poderão ser adquiridos nesta mostra.
A todos estes produtos juntam-se as aguardentes, os licores, a doçaria regional, as compotas e os frutos secos, o pão e as costas, o mel e seus derivados, as ervas aromáticas e medicinais, o azeite e o vinho, numa panóplia de sabores e cheiros que refletem a nossa essência e autenticidade.

A estes associa-se a animação musical, a qual inclui projetos locais e outros vindos de outros pontos do país, daí a necessidade da existência de dois palcos no Jardim do Coreto e Praça da República.
O programa da Mostra é diversificado e, este ano, contempla também espetáculos circenses com marionetas de fios direcionados para as famílias. No dia 25, pelas 16h00, os interessados poderão assistir à peça “O Circo das Marionetas” e, no dia 26, pelas 11h00, a “Fios de Música”.

sábado, 28 de março de 2015

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Igreja matriz de Nossa Senhora da Luz

Decorreu uma visita guiada à Igreja matriz de Nossa Senhora da Luz, promovida pela Câmara Municipal de Tavira, integrada no ciclo de visitas históricas. A Visita foi guiada por um filho da terra jovem historiador, Marco Santos.
Seguem-se algumas fotos do evento:
 















Igreja matriz de Nossa Senhora da Luz
 
São hoje cada vez mais importantes os indícios que apontam para a ação de André de Pilarte como construtor da igreja de Nossa Senhora da Luz de Tavira. Pilarte, formado no grande estaleiro manuelino dos Jerónimos, é o principal responsável pela existência de um foco renascentista no Sotavento algarvio, sedeado em Tavira (onde subsiste o magnífico portal da Igreja da Misericórdia e outras obras tanto de carácter religioso como civil), mas com um raio de ação bastante largo, chegando às igrejas de Moncarapacho, de Alcoutim e de Aiamonte. A própria evolução da sua oficina estará ainda na origem das primeiras obras maneiristas desta parcela oriental da província, facto que permite intuir de uma ação mais prolongada no tempo e mais complexa estilisticamente.
A estrutura do templo da Luz de Tavira constitui, ela própria, uma inteira novidade no panorama arquitetónico quinhentista do Algarve. Como a definiu José E. Horta Correia, trata-se da única igreja-salão (hallenckirche) da região, cronologicamente situável entre as igrejas-salão manuelinas e as dos anos 50 do século XVI. O interior compõe-se de três naves de quatro tramos, todas à mesma altura, com cobertura em abóbada de ogivas nervuradas e assentes em finas colunas que integram capitéis renascentistas. Não existe transepto e a cabeceira, de capela única com abóbada manuelina, é visível de todos os espaços do corpo da igreja.
A fachada principal foi alterada na segunda metade do século XVIII, na sequência do terramoto de 1755. Dessa campanha resultou a estranha solução para a empena da fachada, com um frontão circular enquadrando axialmente o portal, ladeado por dois outros frontões menores, triangulares, que se ligam ao central através de volutas.
O portal principal, aberto para o amplo rossio fronteiro à igreja, é uma obra de carácter cenográfico que revela bem a cronologia e a qualidade do seu arquiteto. Com uma ampla moldura em cantaria, o portal é ladeado por duas pilastras com capitéis jónicos. Superiormente, é delimitado por um frontão triangular que integra um óculo circular no tímpano, elemento que filtra a luz para o interior, desenvolvendo-se ainda, em relação vertical axial, um nicho de arco reto que contém uma imagem de Nossa Senhora.
Um outro elemento exterior de grande importância para a história do templo é o portal sul, de perfil abatido, e composto por quatro arquivoltas, as exteriores definindo um arco contracurvado. Filiado estilisticamente no ciclo manuelino, com as características bases prismáticas, capitéis de profusa decoração vegetalista, última arquivolta de perfil torso espiralado terminando num pináculo vegetalista, este é um dos principais portais manuelinos do Sotavento algarvio e, apesar da sua datação tardia, constitui uma referência obrigatória nos caminhos da arte na região.
O interior apresenta-se, hoje, relativamente despido de mobiliário litúrgico. Dois altares laterais, neoclássicos - o do lado Sul integrando elementos de um anterior retábulo barroco - constituem o recheio das naves. O retábulo-mor, por sua vez, é o produto de diversas campanhas da Idade Moderna. O resultado é uma estrutura adaptada à parede fundeira e à curvatura circular da abóbada, integrando uma pintura central tardo-renascentista, vários elementos maneiristas e um acabamento já barroco.
O Rossio da Igreja de Nossa Senhora da Luz é um espaço público modelado aquando da construção da igreja, mas onde se refletem bem as diferentes épocas de construção e de expansão da vila. O espaço central, de planta retangular desenvolve-se a partir do adro da igreja, é ocupado por um jardim. Nos limites ocidental e Norte, habitações de piso térreo definem este espaço, subsistindo ainda algumas do séc. XIX.
Fonte: IGESPAR
em novembro de 2014

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

II Feira da Dieta Mediterrânica

Feira da Dieta Mediterrânica:


De 05 a 07 de setembro, em Tavira, a II Feira da Dieta Mediterrânica, com presenças institucionais, mercado de produtores, atividades gastronómicas e oficinas de cozinha, provas de azeites e vinhos, música mediterrânica, estilos de vida saudáveis, aconselhamento e prevenção de doenças cardiovasculares e nutricional, seminários, exposições, cicloturismo, jogos tradicionais, visitas guiadas e passeios ao património, entre outros motivos de interesse… A guitarra portuguesa de Luísa Amaro, o cavaquinho de Júlio Pereira e outros sons do sul estarão nesta festa de celebração da cultura mediterrânica.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Naifa com os Dead Combo - 21 de agosto

Naifa com os Dead Combo dia 21 de Agosto no Palácio da Galeria


A Naifa e os Dead Combo apresentam-se dia 21 de Agosto pelas 22h00, no Parque do Palácio da Galeria, no âmbito do programa “Verão em Tavira 2014”.
Duas das mais originais e reconhecidas bandas da nova música portuguesa, apresentam-se num mesmo palco, numa mesma noite, para um concerto único e irrepetível.

A Naifa apresenta em concerto "As Canções d'A Naifa".

Após o sucesso alcançado pelo quarto trabalho de originais, “Não se deitam comigo corações obedientes” - distinguido pela Sociedade Portuguesa de Autores com o Prémio Autores para Melhor Disco de 2012 - A Naifa está de regresso aos discos. “As Canções d’A Naifa”, editado no passado dia 4 de Novembro, surge como o encerrar de um ciclo. Como tal, é um disco diferente dos quatro anteriores, estas canções são originais de outros artistas que A Naifa sentiu como suas e que foi tocando ao vivo durante os seus quase 10 anos de existência. Nele podem ouvir-se "Sentidos Pêsames" (GNR), "Subida aos Céus" (Três Tristes Tigres), "Bolero do Coronel Sensível que fez Amor em Monsanto" (Vitorino), "Alfama" (Mler If Dada), "A Tourada" (Fernando Tordo), "Libertação" (Amália Rodrigues), "Imenso" (Paulo Bragança), "Desfolhada Portuguesa" (Simone de Oliveira), "Inquietação" (José Mário Branco).
O espectáculo que A Naifa apresentará em Tavira, será um espectáculo diferente, um espectáculo de carreira, que procura assinalar os 10 anos da banda, partindo dos nove temas gravados neste novo disco, para revisitar os seus quatro discos anteriores e algumas das suas canções mais emblemáticas.

Ver mais em: http://ticketline.sapo.pt/evento/a-naifa-dead-combo-9074

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Maya Andrade - 14 de agosto em Tavira

Maya Andrade dia 14 de agosto no Palácio da Galeria

Jardim suspenso


 Em vez de antidepressivos, plante flores. No Inverno poderá ter uma pequena estufa coberta com plástico. No verão retira o plástico e ficará com o seu jardim suspenso.


sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Festas de Verão - Agosto em Luz de Tavira





19ª Edição da FACART - Conçeição de Tavira

 
A FACARTE, 19ª feira de agricultura, caça e artesanato, realiza-se na Conceição de Tavira nos próximos dias 2, 3 e 4 de Agosto.
Do programa da Facarte, consta um cartaz de animação que anuncia Mónica Sintra e Rute Marlene, na sexta feira (2) e Domingo (4). Para sábado está anunciado a dupla Luis Guilherme e Carlos Granito.

Igreja da Misericórdia

 

Esta igreja do século XVI é considerada o mais belo exemplo da arquitectura renascentista de todo o Algarve. Os seus retábulos dourados e os azulejos datados do século XVIII são especialmente notáveis.

Tavira

Delimitada por longas praias separadas por um braço do estuário da Ria Formosa e por suaves colinas cobertas por pomares cheios de odores doces, Tavira é uma das cidades mais deliciosas do Algarve, com a sua arquitetura tão singular.



Possui uma encantadora mescla de belos edifícios, ruas calcetadas e praças que mantêm o ambiente de uma tradicional vila piscatória algarvia. O rio Gilão, que corre ao longo do centro da cidade, amplifica o seu charme.
 
A cidade está repleta de elegantes edifícios que exibem os característicos telhados piramidais de Tavira e é atravessada por uma antiga ponte, alegadamente de origem romana, cuja melhor perspetiva se pode obter da Praça da República. Esta praça, rodeada pela Câmara Municipal e por outros edifícios esplêndidos, é prolongada por jardins que são um excelente local para passear a pé.